Consórcio X Financiamento_ Qual é a melhor opção_ Prós e contras

Consórcio X Financiamento: Qual é a melhor opção? Prós e contras

Ao decidir comprar a casa própria é comum surgir a dúvida sobre qual a melhor forma de pagamento, sobretudo entre consórcio ou financiamento. Apesar de parecerem similares, esses tipos de negociação apresentam diferenças e vantagens que podem facilitar a aquisição de um bem de alto valor aquisitivo.

Essa dúvida geralmente aparece pela falta de informação sobre o assunto, por isso, a melhor forma de decidir qual a opção ideal para você é analisando alguns pontos sobre essas duas formas de negócio.

Consórcio X Financiamento_ Qual é a melhor opção_ Prós e contras

Confira agora nosso artigo para descobrir como o consórcio e o financiamento funcionam, quais as características presentes neles e quais os prós e contras de cada uma delas.

Como funciona um consórcio?

O consórcio é uma forma de compra programada, onde um grupo de pessoas que querem adquirir um bem ou serviço, mas não precisam dele imediatamente, se juntam para diluir esse valor em várias parcelas. Os preços das parcelas são calculados através dos fatores tempo e número de consorciados.

A soma das parcelas pagas todo mês resulta em um valor que permite adquirir um ou mais daquele bem ou serviço que está sendo “comprado”, assim, é gerada uma carta de crédito que será entregue ao consorciado que foi sorteado, para que ele use na aquisição que deseja.

Apesar de não possuir juros, incide-se uma taxa de administração cobrada pela empresa responsável pelo consórcio, as mais baixas do mercado giram em torno de 12%.

Como funciona um financiamento?

O financiamento é basicamente um empréstimo que possui um objetivo específico. O cliente pega o crédito de um banco ou financeira com a finalidade de adquirir um bem que pode ser um carro, um imóvel, uma moto, dentre outros, criando assim uma dívida que será paga ao longo de um período.

Assim, a instituição a qual você tomou o financiamento cobra um valor de juros, que vai variar conforme a duração do pagamento, ou seja, em quantas parcelas você dividiu. Em média, os juros cobrados são de 18% ao ano, mas variam de acordo com o bem desejado.

 

Quais as características do consórcio e do financiamento?

Antes de desvendarmos os prós e contras de cada uma dessas modalidades de negócio é preciso entender suas respectivas características. Para que sua análise fosse mais prática, agrupamos elas em duas listas, confira!

Consórcio:

  • Recebe o bem apenas quando sorteado
  • Pagamento de taxas, seguro prestamista e fundo de reserva
  • Normalmente tem prazos inferiores aos do financiamento
  • Reajustes anuais pelo INCC (no caso de consórcios imobiliários)
  • Imóveis podem ser valorizados acima do reajuste do INCC
  • Precisa pagar aluguel ou morar com familiares até ser contemplado
  • Risco de inadimplência pelos demais participantes

 

Financiamento

  • Adquire o bem imediatamente
  • Pagamento de juros
  • Possibilidade de diluir as parcelas em prazos mais longos
  • Possui reajustes anuais pela TR
  • O imóvel pode se tornar desvalorizado ao fim do pagamento das parcelas
  • Riscos de crédito do banco

 

Quais os prós e contras das duas opções?

Não há como indicar qual a melhor opção de negócio para seus objetivos, já que essa escolha depende de muitos fatores presentes na situação em que você se encontra.

Por isso, além de saber as características dos dois tipos de crédito, também é importante saber os prós e contras para tomar uma decisão mais assertiva.

 

Consórcio

Prós

  • A taxa de administração é mais baixa que os juros que você pagaria em um financiamento;
  • É possível escolher a quantidade de parcelas que quer fazer;
  • Flexibilidade de uso do crédito, ou seja, você pode fazer um consórcio com uma carta de crédito com o valor que desejar e assim adquirir mais de um bem;
  • Pode utilizar até 10% do crédito para pagar taxas e despesas na aquisição do bem ou serviço;
  • Não há tanta burocracia;
  • Não precisa dar uma entrada.

Contras

  • Algumas vezes o consórcio imobiliário pode sair mais caro que um financiamento, devido ao reajuste do INCC.
  • As parcelas cobradas próximas ao final do período de pagamento aumentam e podem se tornar maiores do que seu orçamento pessoal pode cobrir.

 

Financiamento

Prós

  • Aquisição imediata do bem
  • Opção de antecipar as parcelas com desconto, assim você terminará de pagar antes do prazo estipulado e tem a chance de diminuir o valor.

 

Contras

  • Os juros são altos e muitas vezes, dependendo da quantidade de parcelas paga-se quase o dobro do valor inicial do bem.
  • Na ausência de pagamento a instituição que forneceu o crédito pode tomar o bem, pois o mesmo é a garantia de que o financiamento será pago.
  • Quem decide em quanto tempo (quantidade de parcelas) você vai financiar é a instituição credora.

 

Basicamente, se você pode esperar um pouco para adquirir um bem e fugir dos juros, o consórcio é a melhor opção para você.

Por outro lado, se você precisa adquirir algo imediatamente, o financiamento pode ser a escolha certa, principalmente se aquilo que você for comprar consiga trazer algum retorno financeiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *