Dpvat O que é saiba tudo sobre o seguro dpvat

Dpvat O que é? Saiba tudo sobre o Seguro DPVAT

Acidentes acontecem, é um fato da vida e por mais que tentemos fugir disso, é impossível prever o futuro. Muitos possuem seguros para seus carros, mas como um pedestre ou mesmo um motorista protege seu corpo e sua família. Então vamos entender: DPVAT, o que é?

Abreviação de Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, a iniciativa existe desde 1974 e indeniza as vítimas de tais acidentes. O julgamento de indenização não passa pela responsabilidade de nenhuma das partes.

A resposta para “DPVAT, o que é?” se resume a: uma ação governamental que paga as despesas para vítimas de acidentes, independente se ele for o responsável pelo acidente ou não. Por exemplo, em casos de morte ou acidente levando a invalidez, o seguro paga.

Dpvat O que é saiba tudo sobre o seguro dpvat

 

Como receber

 

Através de um procedimento grátis e desburocratizado, o DPVAT pode ser recebido mediante apresentação dos documentos necessários. Tal apresentação deve ser feita em até três anos a partir da data referente ao acidente em questão.

Quem atualmente cuida do DPVAT é a Seguradora Líder, sendo o Ministério da Fazenda um mero arrecadador do dinheiro. Através do site da empresa é possível saber onde existem postos de atendimento.

Para pedir indenização referente as despesas médicas, é necessário levar ao posto uma série de documentos que comprovem o acidente e sua gravidade.

Primeiramente leva-se o Boletim de Ocorrência, documento que deve ser emitido em delegacia e conter assinatura/identificação de autoridade competente, identidade da vítima que está pleiteando indenização e identificação do veículo.

Ademais são necessárias testemunhas, comunicantes, data e hora do acidente e uma narrativa que descreva os procedimentos que levaram ao acidente e como este foi tratado logo após, inclusive citando o nome do hospital a ser pago.

Um detalhe importante é que, se o acidente ocorrer com motocicleta e o boletim for emitido via Ato Declaratório, é necessário um documento especial. Este é a declaração de posse do veículo de duas rodas reconhecida em cartório.

Casos de morte ou invalidez

Em casos de invalidez, os documentos para requerer o benefício do DPVAT deve ser entregue pelas mãos da vítima, ou representante legal, sendo em outros casos somente possível se este já forem legalizados por intermédio de uma procuração.

Para a vítima é necessário Rg, CPF, boletim de primeiros socorros e comprovante de residência. Também são requeridos a documentação despachada no Instituto Médico Legal que informa local do acidente e a gravidade do mesmo, com danos discriminados.

Além disso um formulário que pode ser encontrado no site, deve ser preenchido para poder gozar dos benefícios.

Quanto ao acidente, é necessário Boletim de Ocorrência, cumprindo os mesmos moldes do descrito no tópico anterior.

Em casos de procurador é necessário que esse também leve os documentos de identificação comum, além do termo de quitação 3 e 4 e declaração de prevenção a lavagem de dinheiro.

Nas situações em que a vítima vai a óbito, existem várias especificações para os documentos. A vítima pode não ter deixado cônjuge, mas ter beneficiários. Também pode ou não ter herdeiros e todas as outras possibilidades.

Sendo assim, a documentação mais específica deve ser buscada no próprio site. Ademais, adiciona-se a vítima o atestado de óbito, cópia simples de RG e CPF, além do laudo emitido pelo IML.

Desta forma, é possível receber seus benefícios do seguro e responder facilmente à pergunta: DPVAT, o que é?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *